Capitalismo Periférico

Capitalismo Periférico é o sistema econômico de países em processo de desenvolvimento que são capitalistas.


Pobreza e miséria: características dos países capitalistas periféricos
Pobreza e miséria: características dos países capitalistas periféricos

 

O que é (conceito)

 

Capitalismo periférico é um conceito econômico utilizado para referir-se a alguns países, que seguem o sistema capitalista, mas que ainda apresentam características de subdesenvolvimento.

 

Muitos países da África, Ásia e América do Sul podem ser considerados capitalistas periféricos.



Principais características do capitalismo periférico:

 

Baixo índice de industrialização e utilização de tecnologias defasadas. Quase não há indústrias com tecnologia de ponta nesses países.

 

Dependência das exportações de produtos agrícolas, agropecuários ou minérios.

 

Economia que passa, constantemente, por períodos de instabilidade (inflação elevada, fortes oscilações de câmbio, recessões econômicas, etc.).

 

Presença de elevados índices de desigualdade social e econômica. Ou seja, concentração de renda nas mãos de poucas pessoas, enquanto a maioria da população é pobre.

 

Classe média em pouca quantidade (em relação à maioria formada por pobres).

 

Dependência da importação de muitos produtos industrializados, principalmente daqueles que possuem alto grau de tecnologia.

 

Ocorrência de momentos de instabilidade política.

 

Muitos países capitalistas periféricos possuem elevada dívida externa.

 

Países que fazem parte do capitalismo periférico podem experimentar uma degradação ambiental significativa como resultado da extração de recursos e outras atividades industriais, frequentemente impulsionadas pelas demandas das economias centrais.



Ilustração mostrando uma região muito pobre e outra muito rica
Elevado grau de desigualdade social e econômica: uma das características dos países capitalistas periféricos.




Exemplos de alguns países do capitalismo periférico:

 

Bolívia, Paraguai, Costa Rica, Costa do Marfim, Nigéria, Honduras, El Salvador, Guatemala, Nicarágua, Marrocos, Peru, Panamá, Serra Leoa, Tunísia, Suriname, Equador, Sudão e Angola.



O Brasil pode ser considerado um país do capitalismo periférico?

 

Nas últimas décadas, o Brasil apresentou grande desenvolvimento industrial e econômico. Embora apresente algumas características do capitalismo periférico (exemplo: instabilidades econômicas, desigualdades sociais e nível alto de pobreza), ele não pode ser considerado um país capitalista periférico. O Brasil possui grandes empresas, indústrias com tecnologia avançada, polos de desenvolvimento tecnológico, sistema financeiro forte e eficiente, elevado nível de urbanização e moeda estável. O mais correto, atualmente, é classificar o Brasil como um país emergente.

 

Agricultura rudimentar, capitalismo periférico
Agricultura rudimentar: um das características do capitalismo periférico.

 



Publicado em 26/09/2019

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Brasil - passado e presente do capitalismo periférico

Autor: Karavaev, A.

Editora: Progresso


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.