Guerra do Afeganistão (1979-1989)

Causas da guerra, a intervenção soviética, a guerra no contexto da Guerra Fria, resumo, bibliografia indicada, fim do conflito, interesses envolvidos


Soldados e tanques soviéticos na Guerra do Afeganistão
Soldados e tanques soviéticos na Guerra do Afeganistão

 

O que foi

 

A Guerra do Afeganistão foi um conflito militar ocorrido no Afeganistão entre os anos de 1979 e 1989. Na verdade, foi uma guerra civil entre grupos militares do governo marxista afegão e grupos rebeldes islâmicos (mujahidins).

 

Contexto histórico, causas e história da guerra

 

Uma das principais causas da guerra civil foi a crise econômica que eclodiu na União Soviética, no governo de Leonid Brejnev, no final da década de 1970.

 

A resposta soviética à crise econômica foi a tradicional corrida armamentista e a expansão territorial. Em particular, a URSS reforçou os acordos militares com os regimes radicalmente antiocidentais da África e do Oriente Médio, e interveio na guerra no Afeganistão.

 

Em 1978, um governo socialista pró-soviético foi estabelecido na República Democrática do Afeganistão. Um dos primeiros objetivos deste governo marxista foi a secularização do Estado, mas isso provocou a insurreição de grupos islâmicos radicais, que pretendiam derrubar o presidente do novo governo. Então, em dezembro de 1979, os soviéticos ocuparam militarmente o Afeganistão para ajudar a manter o governo afegão e combater os rebeldes.

 

Esta guerra civil, em pouco tempo, cresceu e envolveu indiretamente outros países. Logo, ela deve ser entendida dentro do contexto da Guerra Fria (disputa indireta entre EUA capitalista e União Soviética socialista).

 

Então, o cenário era este: o governo marxista afegão tinha o apoio da União Soviética, que em 1979, resolveu enviar tropas e armamentos para defender o governo afegão. Por outro lado, os rebeldes islâmicos mujahidins, que queriam derrubar o governo marxista e implantar um estado teocrático islâmico, receberam indiretamente apoio, principalmente, dos Estados Unidos, Paquistão, Irã, China, Reino Unido e Arábia Saudita.

 

Fim da guerra

 

A União Soviética retirou totalmente suas tropas do Afeganistão em 1989, após assinar os Acordos de Genebra de 1988, que colocou fim oficialmente à guerra.

 

Porém, estes acordos não foram suficientes para terminar com a guerra civil no país, pois os guerrilheiros mujahidins não participaram das negociações, nem assinaram os acordos. Portanto, a guerra civil entre o governo afegão e os rebeldes islâmicos permaneceu até 1993. Neste ano, os mujahidins conseguiram derrubar o governo e implantaram um regime teocrático islâmico no país.




Impressão Google+


Guerra do Afeganistão (1979-1989) Temas Relacionados

Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2019 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.