Rinoceronte

Principais características, alimentação, reprodução, dados, risco de extinção, principais espécies e classificação científica


Rinoceronte: um mamífero rápido e extremamente forte
Rinoceronte: um mamífero rápido e extremamente forte

 

Principais características


Dentre as principais características desse animal, pode-se dizer que o rinoceronte é um mamífero de grande porte. Possui uma pele muito grossa, chifres e cascos.


Existem cinco espécies de rinoceronte e quase todas já estiveram em risco de extinção devido a caça ilegal.


Sua expectativa de vida é de aproximadamente cinquenta anos e eles naturalmente gostam de um bom banho de lama, que serve como um repelente natural de insetos.


Os machos são geralmente territorialistas e solitários, costumam marcar o território com pilhas de fezes e urina. Durante a fase reprodutiva os parceiros geralmente permanecem juntos por quatro meses.

 
Apesar do tamanho e do peso, podem alcançar altas velocidades numa pequena distância e por onde passam vão abrindo trilhas. Os chifres variam entre um e dois dependendo da espécie.


Reprodução


A fêmea se reproduz a cada dois anos, sua gestação tem uma duração de 420 a 570 dias, normalmente gera apenas um filhote, que permanece sob seus cuidados até a próxima prenhe.


Alimentação


São herbívoros e alimentam-se de folhas de árvores, apresentado hábitos noturnos e descansam durante o dia.


 
Espécies


Como já foi dito, existem cinco diferentes espécies de rinoceronte, que são:


- Rinoceronte Branco: é o maior da espécie chegando a pesar até 4.000 kg e medir 3,77 m de comprimento. É originário da África do Sul em maior população e também com algumas pequenas populações que foram introduzidas em Zâmbia, Namíbia, Botswana, Zimbábue.


- Rinoceronte de Sumatra: é o menor da espécie e se encontra na Indonésia e Malásia. Pesa em torno de 1000 kg e mede entre 1,40 metros a 1,50 metros de comprimento.

 

- Rinoceronte Negro: antigamente era encontrado por toda a África, mas atualmente só existe na África do Sul, Quênia e Camarões. Pesam em torno de 1.400 kg e chegam a medir 3,75 m de comprimento. Esta é uma espécie muito ameaçada e quase extinta.


- Rinoceronte Indiano: encontrado na Índia e no Nepal, pesa em média 2.000 quilos. Muito esforço vem sendo feito para restringi-los em áreas de proteção. No Nepal, ficam em parques com grande segurança para garantir a proteção.


- Rinoceronte de Java: esta espécie está restrita a dois parques na Ásia com uma pequena população, de apenas algumas dezenas de animais. É um dos mais ameaçados do mundo e está sujeito a perder sua distinção genética por causa das doenças e da caça ilegal.

 

Ameaças e proteção


Infelizmente todas as espécies passam pela triste situação da caça predatória, na qual os caçadores sem escrúpulos vão em busca destes animais para usar uma parcela dos seus corpos para a medicina popular. Um animal destes pode chegar a venda pelo preço de sessenta e cinco mil dólares o quilo na Ásia.


A luta pela preservação é grande porque estes rinocerontes não podem ser extintos.



Classificação Científica:


Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Perissodactyla
Superfamília: Rhinocerotoidea
Família: Rhinocerotidae




Impressão


Rinoceronte Temas Relacionados

Veja Também


Temas diversos

Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2019 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.