Formas de Governo na Grécia Antiga

Resumo das quatro formas de governo que existiram na Grécia Antiga, características e quando existiram, democracia, tirania, monarquia e oligarquia


Democracia: auge na na cidade-estado grega de Atenas
Democracia: auge na na cidade-estado grega de Atenas

 

Introdução

 

Entre os séculos IX a.C. e I a.C. a Grécia passou por quatro formas de governo diferentes: monarquia, oligarquia, tirania e democracia. Porém, como cada cidade-estado (polis) possuía autonomia, estas formas de governo não existiram no mesmo tempo e em todas as polis gregas. Esparta, por exemplo, não vivenciou a democracia, como ocorreu com Atenas e outras cidades-estados.

 

Monarquia

 

O governo era concentrado nas mãos de um rei, conhecido como basileu. Em algumas cidades-estados o rei contava com um conselho de nobres para governar. Este conselho geralmente era formado por pessoas da família do rei. A monarquia existiu em muitas cidades-estados na fase inicial da história da Grécia Antiga, ou seja, no Período Homérico (entre 900 a.C. e 700 a.C.).

 

Oligarquia

 

Após o período monárquico, algumas cidades-estados como, por exemplo, Esparta, adotaram o governo oligárquico. Neste sistema, um pequeno grupo de pessoas (geralmente formado por grandes proprietários de terras) controlavam a política. Na maioria das vezes, as decisões da oligarquia privilegiavam as pessoas mais ricas da sociedade, ou seja, os nobres que formavam o governo.

 

Tirania

 

A tirania é uma forma de governo em que apenas uma pessoa, conhecida como tirano, governa com poderes absolutos. Geralmente este sistema era adotado por cidades-estados que viviam situações de crises graves como, por exemplo, revoltas populares. Podemos citar como exemplo de tirania o governo de Pisístrato (546 a.C. a 527 a.C.) em Atenas. Como era considerado ilegal, a tirania teve curta duração em Atenas, que retornou ao sistema democrático.

 

Democracia

 

Esta forma de governo teve seu auge principalmente em Atenas, durante o Período Clássico (500 a.C. a 338 a.C.). Nela, os cidadãos, através de uma assembleia, decidiam a vida da cidade (leis, ações de justiça, medidas econômicas, etc.). Porém, somente os cidadãos podiam participar das assembleias. Para ser considerado cidadão ateniense e participar da política era necessário ser homem, adulto, nascido em Atenas e livre (não-escravo).




Impressão Google+


Formas de Governo na Grécia Antiga Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

História Antiga - Grécia e Roma - a formação do Ocidente

Autor: Eyler, Flávia Maria Schlee

Editora: Vozes

Ano de publicação: 2014

Temas do livro: História da Grécia Antiga


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2017 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.