Adam Smith

Adam Smith foi um economista liberal escocês do século XVIII.


Adam Smith: o pai do liberalismo econômico
Adam Smith: o pai do liberalismo econômico

 

Quem foi 

 

Adam Smith foi um importante filósofo e economista escocês do século XVIII. É considerado um dos principais economistas do Liberalismo Clássico.



Teoria resumida

 

Em plena época do Iluminismo, Adam Smith tornou-se um dos principais teóricos do liberalismo econômico. Sua principal teoria baseava-se na ideia de que deveria haver total liberdade econômica para que a iniciativa privada pudesse se desenvolver, sem a intervenção do Estado. A livre concorrência entre os empresários regularia o mercado, provocando a queda de preços e as inovações tecnológicas necessárias para melhorar a qualidade dos produtos e aumentar o ritmo de produção.

 

As ideias de Adam Smith tiveram uma grande influência na burguesia europeia do século XVIII, pois atacavam a política econômica mercantilista promovida pelos reis absolutistas, além de contestar o regime de direitos feudais que ainda persistia em muitas regiões rurais da Europa.

 

A teoria de Adam Smith foi de fundamental importância para o desenvolvimento do capitalismo nos séculos XIX e XX.



Sua principal obra: "A Riqueza das Nações"

 

Sua principal obra foi A Riqueza das Nações, escrita em 1776. Nesta obra Adam Smith buscou diferenciar a economia política da ciência política, a ética e a jurisprudência. Fez também críticas a política mercantilista e sua intervenção irrestrita na economia. Porém, a teoria principal defendida por Adam Smith nesta obra é a de que o desenvolvimento e o bem-estar de uma nação advém do crescimento econômico e da divisão do trabalho. Esta última, garante a redução dos custos de produção e a queda dos preços das mercadorias. Defende também a livre concorrência econômica e a acumulação de capital como fonte para o desenvolvimento econômico.

 

Biografia resumida

 

Adam Smith nasceu na cidade escocesa de Kirkcaldy, em 5 de junho de 1723


Com 16 anos foi estudar filosofia moral na Universidade de Glasgow.

 

Em 1740, entrou na Universidade de Oxford.

 

Em 1748, começou a lecionar em Edimburgo. Nesse mesmo ano, começou a dar palestras públicas em Edimburgo sobre uma variedade de assuntos.

 

No ano de 1750, conheceu David Hume, importante filósofo do período que se tornou seu grande amigo.

 

Em 1751, tornou-se professor de Lógica e Filosofia Moral na Universidade de Glasgow.

 

Em 1759, publicou sua obra Teoria dos Sentimentos Morais.

 

No ano de 1763, Adam Smith deixou de ser professor para assumir o cargo de tutor privado do duque de Buccleuch.

 

Entre 1764 e 1766, viajou pela França, onde conheceu grandes intelectuais da época, entre eles d’Alembert, Turgot e Helvetius.

 

Em 1776, publicou sua grande obra: A Riqueza das Nações.

 

Em 1778, recebeu o cargo de comissários da alfândega da Escócia e foi morar em Edimburgo.

 

No ano de 1787, Adam Smith foi eleito membro da Royal Society of London, uma das maiores honras no mundo acadêmico.

 

Adam Smith morreu em 17 de julho de 1790 em Edimburgo, Escócia.

 

Estátua de Adam Smith

Estátua de Adam Smith na Universidade de Londres.

 

Obras principais:

 

- Teoria dos sentimentos morais (1759)

 

- Lições de jurisprudência (1762)

 

- A Riqueza das Nações (1776)


- Palestras sobre retórica e belas letras (1766)



Os principais temas tratados em A Riqueza das Nações:

 

- Divisão do trabalho e o sistema de trocas: os rendimentos, os preços e o dinheiro.


- Acumulação de Capital.


- Mercantilismo, fisiocracia, sistema agrícola e sistema comercial.


- Receita Pública.


- Responsabilidades e funções do Estado na economia de uma nação.

- Distribuição de Renda.


- A importância do aumento da produtividade e do uso da tecnologia.


- O papel da Educação para o desenvolvimento econômico e social de uma nação.

 

 

Influências principais:

 

Adam Smith foi influenciado pelos pensamentos e teorias de grandes economistas, filósofos e cientistas anteriores a ele. Entre estes, podemos citar: Richard Cantillon (economista francês), John Locke (filósofo inglês), Gottfried Wilhelm Leibniz (filósofo, matemático e cientista alemão), David Hume (filósofo, historiador e economista escocês).

 

Retrato pintado de um homem aparentando 60 anos, branco, de cabelos brancos e usando uma blusa preta.

Adam Smith |(autor desconhecido)



Exemplos de frases de Adam Smith:

 

- "A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes".

 

- "Impostos que visem a prevenir, ou mesmo reduzir a importação, são evidentemente tão destrutivos das rendas alfandegárias quanto a liberdade de comércio".

 

- "No estágio adiantado da sociedade, portanto, são paupérrimas as pessoas que fazem comércio daquilo que os outros procuram como passatempo".

 

- "Nenhuma nação pode florescer e ser feliz enquanto grande parte de seus membros for formada de pobres e miseráveis".

 

- "Mas, mesmo que o trabalho seja a medida real do valor de troca de todas as mercadorias, não é por ele que seu valor é avaliado".

 

 

QUIZ

 

Adam Smith foi um economista que defendeu o:

 






 

 




Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

A riqueza das nações - de Adam Smith

Autor: Rourke, P, J. O

Editora: Zahar

 

Fonte de referência:


- PHILLIPSON, Nicholas. Adam Smith: An Enlightened Life. São Paulo: Editora Record, 2012.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.