IDH do Brasil

Índice de Desenvolvimento Humano do Brasil, dados e informações utilizadas no cálculo, Pnud, IDH atual


IDH do Brasil aponta melhoria da qualidade de vida nos últimos anos
IDH do Brasil aponta melhoria da qualidade de vida nos últimos anos

 

Introdução

 

O IDH é um ótimo parâmetro para medir o desenvolvimento e a qualidade de vida de um país. A metodologia usada pelo PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) utiliza dados econômicos e sociais (educação, longevidade, e PIB) para chegar ao índice de cada país. 

 

O IDH do Brasil em 2017 (Pnud de 2018)

 

De acordo com o último Relatório do Desenvolvimento Humano, divulgado em setembro de 2018, o IDH do Brasil ficou em 0,759 (escala de 0 a 1). Vale lembrar que quanto mais perto de 1 melhor é o desenvolvimento de um país. Na comparação com os 189 países medidos, o Brasil ficou na 79º posição. Para termos uma base de comparação, a Noruega que possui o melhor IDH do mundo obteve o índice de 0,953. Já o pior IDH do mundo foi o de Níger, que ficou em 0,354.

 

O que mostra o IDH do Brasil


Embora apresente problemas no sistema de educação, o IDH do Brasil é considerado de "Desenvolvimento Humano Alto". Vale lembrar que IDH acima de 0,799 é considerado "Desenvolvimento Humano Muito Elevado", nível que o Brasil ainda não alcançou.

 

Apesar da crise econômica atual (2015 a 2018), o Brasil vinha apresentando, até 2014, bons resultados econômicos e sociais nos últimos anos, fato que impulsionou levemente o IDH brasileiro. A expectativa de vida e a escolarização da população em nosso país também têm aumentado, colaborando para a melhoria do IDH. Porém, o IDH do Brasil em 2017 cresceu muito pouco.

 

O que mostra a evolução do IDH do Brasil nas últimas décadas:

 

- Entre 1980 e 2017, o IDH brasileiro passou de 0,545 para 0,759 (crescimento de 39,3%).

 

- Entre 1980 e 2014, a renda per capita do Brasil (um dos critérios usados no cálculo do IDH) cresceu 58%.

 

- Entre 1980 e 2017, a expectativa de vida do povo brasileiro aumentou 12,3 anos.

 

- Entre 1980 e 2015, o tempo médio de estudo do brasileiro passou de 2,6 anos para 7,8 anos.

 

Dados considerados no IDH brasileiro em 2015 (Pnud de 2016):

 

- Renda per capita (PIB per capita): US$ 13.755

 

- Escolaridade da população: 7,8 anos (média de anos de estudo)

 

- Expectativa de vida: 75,7 anos






IDH do Brasil Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Desenvolvimento humano e condições de vida: indicadores brasileiros
Autor: PNUD - Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento
Editora: Pnud
Temas: Economia, Desenvolvimento Social, Qualidade de vida


Veja Também


Temas diversos

Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2019 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.