Colonialismo

Colonialismo é um conjunto de ações políticas, militares e econômicas que visam conquistar e explorar uma região ou povo.


Charge criticando o colonialismo
Charge criticando o colonialismo

 

O que é (definição histórica)


Colonialismo pode ser definido como um conjunto de atitudes políticas, econômicas e militares que visam a aquisição de territórios coloniais através da conquista e estabelecimento de colonos.

 

Principais objetivos do colonialismo:

 

Dominar e conquistar a população de uma região.

 

Colonizar uma região para desenvolver uma sociedade em novas terras.

 

Dominar e explorar os recursos minerais e naturais de uma região.

 

Dominar e transformar a população local em consumidores ou mão-de-obra.

 

Conquistar uma região para cobrar taxas e impostos da população colonial.

 

Divulgar e implantar a cultura ou religião do país colonizador em áreas colonizadas.




História



Os séculos XV e XVI foram o período auge do colonialismo. Os europeus, principalmente portugueses e espanhóis, colonizaram o continente americano. Neste processo, o objetivo principal dos países colonizadores era a exploração de recursos naturais e minerais. No século XIX também ocorreu um intenso processo de colonialismo. França, Inglaterra, Bélgica, Holanda e outros países europeus colonizaram várias regiões da África e da Ásia.

 

Exemplos de colonialismo:

 

Britânicos na Índia (1858–1947) - a Companhia Britânica das Índias Orientais inicialmente controlava partes da Índia, explorando seus recursos e controlando as economias locais. Em 1858, após a Rebelião Indiana (Revolta dos Cipaios), a Coroa Britânica assumiu o controle direto, afetando profundamente a estrutura social e econômica da Índia. Os britânicos implementaram mudanças administrativas e melhorias de infraestrutura, muitas vezes alinhadas com seus próprios interesses, como a extração de recursos e a expansão das redes de comércio.


Franceses na Argélia
(1830–1962): o domínio colonial francês na Argélia começou com uma invasão militar em 1830. O governo francês visava integrar a Argélia à França, alterando significativamente a cultura local, a economia e os sistemas de propriedade de terras. A colonização levou a uma resistência significativa da população argelina, culminando em uma guerra brutal de independência que terminou em 1962.


Congo Belga (1908–1960): o Rei Leopoldo II da Bélgica inicialmente controlava o Estado Livre do Congo como um empreendimento privado. Relatos de atrocidades e exploração levaram a uma indignação internacional, resultando no governo belga assumindo o controle em 1908, renomeando-o para Congo Belga. A região foi intensamente explorada por seus recursos naturais, particularmente borracha, com pouco respeito pelo bem-estar da população indígena.

 

 

 

Charge sobre o colonialismo. Pé grande ameaçando os indígenas.

Charge fazendo uma crítica ao início do colonialismo português no Brasil colonial.

 

 



Atualizado em 26/04/2024

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Fontes de referência:

 

- CÁCERES, Florival; PEDRO, Antônio. História Geral. São Paulo: Moderna, 1988.

 

- MORAES, José Geraldo Vinci. História Geral e do Brasil. São Paulo: Saraiva, 2010.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.