Cláudio Manoel da Costa

Biografia resumida, obras principais, estilo literário, bibliografia indicada, curiosidades, temas do Arcadismo retratados em suas obras


Cláudio Manoel da Costa: um dos principais poetas do Arcadismo no Brasil
Cláudio Manoel da Costa: um dos principais poetas do Arcadismo no Brasil

 

Quem foi


Cláudio Manoel da Costa foi fazendeiro, advogado, minerador e poeta brasileiro do século XVIII. Nasceu na Vila do Ribeirão do Carmo, na província de Minas Gerais, em 5 de junho de 1729. Faleceu aos 60 anos de idade, em 4 de julho de 1789, da cidade de Vila Rica, também em Minas Gerais.


Cláudio Manoel da Costa é reconhecido por suas contribuições literárias, que influenciaram o cenário cultural no Brasil do século XVIII. É considerado, por muitos críticos literários, como um dos principais representantes do Arcadismo na Literatura Brasileira.


Biografia resumida


- 1729: Nasce na Vila do Ribeirão do Carmo em Minas Gerais.


- 1749: Decide viajar para Portugal e cursar Cânones (Direito) na Universidade de Coimbra. Neste país, entrou em contato com os princípios do Iluminismo.


- 1753: Retorna para o Brasil.


- Durante sua vida profissional, atua como jurista, advogado, procurador da Coroa Portuguesa, desembargador. Foi nomeado por duas vezes, Secretário de Estado. Contribui amplamente na política, literatura e negócios, defendendo os grandes comerciantes daquela época.


- Seus escritos, inicialmente pertencentes ao Barroco, tornaram-se conhecidos pela sociedade e foi admirado por muitos, até mesmo em Portugal, onde se formou. Ao adotar características do Arcadismo em seus escritos, passou então a assinar com o pseudônimo de Glauceste Satúrnio.


- 1780: Participa da Inconfidência Mineira, sendo acusado como réu do movimento e, na sequência, detido.

- 1780: Na mesma tarde em que é preso, seus bens (incluindo escravos) são roubados de sua propriedade. Sua filha, genro e outros familiares são assassinados.

- 1789: Falece em Vila Rica, em 4 de julho de 1789. A causa da morte é obscura, em versão oficial afirma-se que suicidou-se na prisão. Porém, há estudiosos que duvidam da versão oficial e analisam a possibilidade de assassinato dentro do cárcere.


Principais características de seu estilo literário:


- Abordou temas Religiosos (com referências cristãs).

- Retratou temas ligados à vida na mineração do ouro. Vale dizer que o local e a época em que viveu foi o auge da exploração de ouro no Brasil Colonial.

- Ênfase na cultura clássica (neoclassicismo).

- Presença, em seus poemas, de linguagem clara, racional e repleta de emoção.

- Amor idealizado e valorização da natureza.

- Poesia lírica.


Principais Obras de Cláudio Manoel da Costa:


- Culto Métrico (1749).


- Munúsculo Métrico (1751).


- Epicédio (1753).


- Obras Poéticas de Glauceste Satúrnio (1768).


- O Parnaso Obsequioso e Obras Poéticas (1768).


- Vila Rica (1773).


- Poesias Manuscritas (1779)



Cláudio Manoel da Costa foi retratado como personagem em alguns filmes e novelas:


- Tiradentes (Filme, 1999)


- Os Inconfidentes (Filme, 1972)


- Dez Vidas (Telenovela, 1969)


- Aleijadinho – Paixão, Glória e Suplício (Filme, 2003)



Curiosidades:


- Cláudio Manoel da Costa é o patrono número 8 da Academia Brasileira de Letras.


- Cláudio Manoel da Costa foi amigo de outro importante poeta lírico do Arcadismo: Tomás Antônio Gonzaga.




Impressão Google+


Cláudio Manoel da Costa Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Literatura Brasileira - Quinhentismo, Barroco e Arcadismo

Autor: Souza, Nelson

Editora: do autor

Ano: 1990

Temas do livro: Literatura Brasileira, Arcadismo, Poetas e Escritores


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2019 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.