Paul Gauguin

Paul Gauguin foi um brilhante pintor pós-impressionista francês.


Paul Gauguin: importante pintor do pós-impressionismo
Paul Gauguin: importante pintor do pós-impressionismo

 

Quem foi

 

Eugène Henri Paul Gauguin foi um pintor e gravador pós-impressionista francês. É considerado um dos grandes nomes das artes plásticas da França do final do século XIX.

 

Ele foi uma também figura importante no movimento simbolista, conhecido por desenvolver o Sintetismo, um estilo de arte pós-impressionista que se concentrava em pintar a partir do sentimento e da imaginação, em vez da perspectiva clássica.


Biografia resumida

 

Paul Gauguin nasceu em 7 de junho de 1848 em Paris (França).

 

Gauguin passou parte da infância na cidade de Lima (Peru), na residência de um tio, pois sua mãe era peruana. Seu pai faleceu quando ainda era criança.

 

Em 1855, voltou para a França junto com sua mãe e irmã, onde passou a morar na cidade de Orléans.

 

Entre 19 e 24 anos, Gauguin serviu na marinha mercante francesa.

 

Após deixar a Marinha, tornou-se corretor de ações numa corretora de Paris. Especulando na Bolsa, conseguiu ganhar muito dinheiro.

 

Em 1873, aos 25 anos, casou-se com uma mulher dinamarquesa chamada Mette Sophie Gad, com quem teve 5 filhos.

 

Após romper o casamento deixou a Dinamarca e a família, voltando para a França para se dedicar a vida artística.

 

Conheceu, em 1874, o pintor impressionista Camille Pissarro, que foi um importante incentivador de sua carreira artística.

 

Em 1874, visitou a primeira mostra artística de pintores impressionistas.

 

Expôs, algumas de suas obras, pela primeira vez em 1876.

 

A partir de 1885 passou a se dedicar exclusivamente à pintura.

 

Nos anos seguintes passou a expor paisagens no Salão de Paris.

 

Em 1890 foi professor, por alguns meses, na Académie Vitti (Academia de Arte localizada em Paris).

 

Nos últimos anos de sua vida, Gauguin foi morar na Polinésia Francesa, com o objetivo de obter inspiração artística entre os povos nativos da região.

 

Faleceu no dia 8 de maio de 1903, na Polinésia Francesa (Oceania). A provável causa de sua morte foi a sífilis.

O Cristo Amarelo, obra de Paul Gauguin
O Cristo Amarelo (1889), obra de Paul Gauguin.



Principais características do seu estilo artístico:

 

Influência da cultura e do clima da América do Sul, originária do tempo em que viveu no Peru durante a infância.

 

Uso de cores vivas e contornos marcantes e bem definidos. As cores eram frequentemente inspiradas na flora e fauna das regiões que visitava, como o Taiti.

 

Retratação de imagens exóticas e místicas, com presença de visões idealizadas. Gauguin pintava a partir de sua imaginação, em vez de depender apenas da observação direta, conferindo às suas obras uma qualidade única e onírica.

 

Na fase final de sua carreira, recebeu influência das gravuras japonesas.

 

O estilo característico de Gauguin incluía pinceladas ousadas e expressivas que adicionavam dinamismo às suas obras.

 

Ele desenvolveu seu próprio estilo artístico chamado Sintetismo, que enfatizava a síntese de emoções, ideias e sensações na arte.

 

Representação simbólica, sugestiva e alegórica da natureza.

 

Obra de Gauguin

Mulheres de Taiti na praia (1891)




Principais obras de Gauguin:

 

- Jardim em Vaugirard (1881)

- A visão depois do sermão (1888)

- Café em Arles (1888)


- A luta de Jacó com o anjo (1888)

- Agonia no horto (1889)

- O Cristo Amarelo (1889)

- Mulheres de Taiti na praia (1891)

- A semente do Areoi (1892)

- Quando te casarás? (1892)

- Autorretrato (1893)

- A Mãe do Artista (1893)


- O Violoncelista (1894)

- Vairumati (1896)

- Nevermore (1897)

- De onde viemos? Quem somos? Para onde vamos? (1898)

- Duas taitianas com flores de manga (1899)

- O tocador de violão (1900)

 

Pintura A Luta de Jacó com o Anjo

A Luta de Jacó com o Anjo (1888): pintura de Gauguin.




Você sabia?

 

Em 7 de fevereiro de 2015, a tela de Gauguin Quando te casarás? (1892) foi leiloada por US$ 300 milhões. Foi a obra de arte mais cara já vendida em toda a história das Artes Plásticas.

 

 




Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Gauguin e as cores dos trópicos (coleção Arte e Pintores)

Autor: Capatti, Berenice

Editora: SM Editora


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.