Menotti del Picchia

Quem foi, biografia resumida, principais obras, principais características do estilo literário


Menotti del Picchia: um dos principais poetas do Modernismo Brasileiro
Menotti del Picchia: um dos principais poetas do Modernismo Brasileiro

 

Quem foi

 

Paulo Menotti del Picchia foi um jornalista, ensaísta, contista, poeta, pintor, político, cronista e romancista brasileira. É considerado um dos principais escritores da Primeira Geração do Modernismo Brasileiro. Foi também um dos principais nomes da Semana de Arte Moderna de 1922.

 

Ocupou a cadeira número 28 da ABL (Academia Brasileira de Letras)

 

Biografia resumida

 

- Menotti del Picchia nasceu em 20 de março de 1892, na cidade de São Paulo.

 

- Formou-se em Ciências e Letras e depois em Direito.

 

- Em 1913, publicou seu primeiro livro: Poemas do vício e da virtude.

 

- Atuou em Itapira (Minas Gerais) como advogado. Nessa cidade, dirigiu o jornal Cidade de Itapira e fundou o jornal, de caráter político, chamado O Grito.

 

- Na cidade de São Paulo, trabalhou como jornalista nos jornais Correio Paulistano e A Gazeta. Foi também o fundador do jornal A Noite.

 

- Participou da Semana de Arte Moderna de 1922, entre os dias 11 e 18 de fevereiro.

 

- Menotti del Picchia foi também deputado estadual em São Paulo por duas legislaturas e deputado federal por três legislaturas.

 

- Recebeu os prêmios Jabuti em 1960 e o Juca Pato em 1968.

 

- Faleceu em 1988, aos 96 anos de idade, na cidade de São Paulo.

 

Principais características do estilo literário:

 

- Presença marcante, em suas poesias, do nacionalismo.

 

- A estética de suas poesias é caracterizada por elementos do Parnasianismo.

 

- Escreveu poemas de caráter lírico e romântico.

 

- Algumas obras são marcadas pelo estilo jornalístico do autor.

 

Principais obras de Menotti del Picchia:

 

- Poemas do vício e da virtude, 1913.

 

- Moisés, 1917.

 

- Juca Mulato, 1917.

 

- Máscaras, 1919.

 

- O pão de Moloch, 1921.

 

- Laís, 1921.

 

- Suprema conquista, 1921.

 

- A mulher que pecou, 1922.

 

- O nariz de Cleópatra, 1922.

 

- A angústia de D. João, 1922.

 

- Dente de Ouro, 1923.

 

- O crime daquela noite, 1924.

 

- Chuva de pedra, 1925.

 

- A outra perna do Saci, 1926.

 

- O amor de Dulcineia, 1926.

 

- A tormenta, 1932.

 

- A revolução paulista, 1932.

 

- Kalum, o mistério do sertão, 1936.

 

- Kummunká, 1938.

 

- Salomé, 1940.

 

- Jesus, tragédia sacra, 1958.

 

- Poesias, 1958.

 

- O árbitro, 1958.

 

- O Deus sem rosto, 1968.

 

- A longa viagem, memórias, 1970-1972.

 

- Entardecer, antologia de prosa e verso, 1978.




Impressão


Menotti del Picchia Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Menotti del Picchia

Autor: Reale, Miguel

Editora: Ac M

Ano: 1988

Temas do livro: Literatura Brasileira, Biografia, Crítica Literária

 


Veja Também


Temas diversos

Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2019 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.