Carybé

Carybé foi um artista plástico argentino, naturalizado brasileiro, que fez sua carreira artística no Brasil.


Carybé: o amor pela Bahia expressado nas obras de arte
Carybé: o amor pela Bahia expressado nas obras de arte

 

Quem foi

 

Hector Julio Paride Carybe, conhecido popularmente e artisticamente como Carybé, foi um importante artista plástico (pintor, gravador, escultor, ceramista, ilustrador e desenhista) argentino, naturalizado brasileiro.

 

Biografia resumida

 

Nasceu na cidade argentina de Lanús em 7 de fevereiro de 1911.

 

Carybé fez ilustrações para livros de escritores famosos. Ilustrou a capa de livros do escritor baiano Jorge Amado e também do livro Cem Anos de Solidão de Gabriel Garcia Márquez. A ilustração do livro Macunaíma, de Mario de Andrade, também foi feita por Carybé.

 

Em 1943, realizou, em Buenos Aires, sua primeira exposição individual.

 

Em 1945, fez sua primeira exposição individual no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro.

 

No ano de 1946, casou-se com a argentina Nancy Bernabó.

 

Em 1947, Carybé trabalhou no jornal Diário Carioca, do Rio de Janeiro. Entre 1949 e 1950, trabalho no jornal Tribuna da Imprensa.

 

Em 1952, viajou para São Paulo, onde trabalhou na produção do filme O Cangaceiro, dirigido por Lima Barreto.

 

Uma de suas obras mais conhecidas é o conjunto de painéis “Os povos afros”, os “Ibéricos” e “Libertadores” de 1988. Estas obras fazem parte da decoração do mural do Memorial da América Latina, situado no bairro da Barra Funda (cidade de São Paulo). Fez também murais para o Aeroporto Internacional de Miami

 

Carybé também atuou na área pública, assumindo o cargo de secretário da educação do estado da Bahia.

 

Faleceu em Salvador (Bahia), aos 86 anos, em 2 de outubro de 1997.

 

Mural de Caribé em Buenos Aires

Mural de Carybé em Buenos Aires



 

Principais características do seu estilo artístico:

 

Apaixonado pela Bahia, Carybé tornou-se conhecido com suas obras que valorizavam a cultura baiana, os rituais afro-brasileiros, a capoeira, as belezas naturais e arquitetônicas da Bahia.



Principais obras de Carybé:


- Bahia - óleo sobre tela de 1939

 

- São Jorge - nanquim de 1956

 

- Baianas – óleo sobre madeira de 1957

 

- Cidade Baixa - nanquim sobre papel de 1964

 

- Feira - nanquim sobre papel de 1964

 

- Nu sentado - óleo sobre tela de 1965

 

- Cabaré – óleo sobre tela de 1966

 

- Capoeira – crayon sobre papel de 1974

 

- Cangaceiros - vinil sobre cartão colado em eucatex de 1987

 

- Murais do Memorial da América Latina - 1988

 

- Jogos – vinil encerado de 1990

 

- Os Conjurados – vinil encerado de 1995

 

Bahia, pintura de Carybé

Bahia (1939): obra de Carybé.

 

 



Última revisão: 27/01/2023

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Carybé Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Carybe, Verger E Caymmi - Mar Da Bahia

Autor: Verger, Pierre Fatumbi

Editora: Pierre Verger

 

As artes de Carybe

Autor: Araújo, Emanoel

Editora: Imesp

 

Impressões de Carybe nas suas visitas eo Benin (1969 - 1987)

Autor: vários autores

Editora: Imesp

Temática: Artes Plásticas


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2023 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.