Neoclassicismo

O Neoclassicismo foi um movimento artistico e cultural dos séculos XVIII e XIX.


O Juramento dos Horácios (pintura de J. L. David): exemplo de obra do neoclassicismo
O Juramento dos Horácios (pintura de J. L. David): exemplo de obra do neoclassicismo

 

Definição, o que foi e período

 

O Neoclassicismo foi um movimento artístico (pintura, literatura, escultura e arquitetura), surgido na Europa por volta de 1750, durando até meados do século XIX. Este movimento teve como objetivo principal resgatar os valores estéticos e culturais das civilizações da Antiguidade Clássica (Grécia e Roma). Foi também um movimento de reação ao Barroco e ao Rococó.

 

Principais características:

 

• Valorização de temas e padrões estéticos da arte clássica antiga. Heróis e seres da mitologia grega, por exemplo, foram temas recorrentes nas pinturas e esculturas neoclássicas.

 

• Forte influência das ideias filosóficas do Iluminismo, principalmente as ligadas à razão e à lógica.

 

• Na pintura, o uso de cores frias e a valorização da perspectiva foram recursos muito utilizados. Também houve ênfase na simplicidade, na clareza e na ordem.

 

• Valorização da simplicidade e pureza estética (principalmente na pintura) em contraste com os rebuscamentos, dramaticidades e complexidades do Barroco e do Rococó.

 

• Na Literatura, os textos apresentam como características principais a síntese, clareza e perfeição gramática.

 

• Na escultura, forte influência das formas clássicas do Renascimento. Ao contrário dos escultores barrocos, que pintavam suas obras, os artistas neoclássicos optaram pela cor branca natural do mármore (como os escultores gregos e romanos).

 

• Presença de controle emocional nas artes plásticas e literatura. Para os artistas neoclássicos, os sentimentos emotivos devem ser contidos e não se sobressaírem em relação aos principais aspectos artísticos.

 

• Muitas pinturas neoclássicas transmitiam uma mensagem moral ou pedagógica.

 

Pintura mostrando uma mulher e ao lado um pequeno anjo

Ariadne abandonada (1782): óleo sobre tela de Angélica Kauffmann.

 

 

Exemplos de obras e artistas:


1. Pintura

 

- Juramento dos Horácios (1785) – obra do pintor francês Jacques-Louis David.

- A morte de Marat (1793) – obra do pintor francês Jacques-Louis David.

- Banhista de Valpinçon (1808) – pintura do artista plástico francês Auguste Dominique Ingres.

- Carceri d’invenzione (1760) – gravura do arquiteto e gravurista italiano Giambattista Piranesi.

- Napoleão rei da Itália (1805) – obra do pintor italiano Andrea Appiani.


- Vênus nascendo das ondas (1775) - obra do pintor francês Joseph-Marie Vien.

- O rapto das sabinas (1799) - pintura do artista plástico francês Jacques-Louis David.

A morte de Marat, obra de Jacques-Louis David
A morte de Marat, obra de Jacques-Louis David.

 

 

2. Escultura

 

- Diana (1780) - escultura em mármore do escultor francês Jean-Antoine Houdon.

- Perseu com a cabeça da Medusa (1800) – obra do escultor italiano Antonio Canova.

- Espartacus (1830) – estátua feita pelo escultor francês Denis Foyatier.

- Shakespeare na presença de pintura e poesia (1789) - escultura do escultor inglês Thomas Banks.

- Lucrécia Morta (1803) – obra do escultor francês Damià Campeny.

Escultura Amor e Psiquê do escultor Antônio Canova

Escultura Amor e Psiquê: obra do escultor neoclássico italiano Antônio Canova.

 

 

3. Literatura

 

- O Espírito das Leis (1748) – obra de Montesquieu.

- A morte de Cesar (1735) – tragédia escrita por Voltaire.

- As relações perigosas (1782) – romance escrito por Pierre Choderlos de Laclos.



4. Arquitetura

 

- Pórtico de La Medeleine (construído em Paris em 1842) – obra do arquiteto francês Pierre-Alexandre Vignon.

- Ponte sobre o rio Severn (construída em 1775).

- Panteão de Paris – monumento neoclássico localizado em Paris.



O Neoclassicismo no Brasil

 

No Brasil, o neoclassicismo teve início em 1816, com a chegada da Missão Artística Francesa e a fundação da Escola Real de Artes e Ofícios. Portanto, podemos dizer que o movimento teve grande impulso com as ações de D. João VI, que buscavam incentivar o desenvolvimento cultural no Brasil.

 

Na Literatura, podemos destacar o Arcadismo, que buscava retratar a vida simples do campo e aspectos da natureza. Tomás Antônio Gonzaga e Cláudio Manoel da Costa foram dois escritores brasileiros que se enquadram neste contexto cultural.

 

Já na pintura, podemos destacar os pintores estrangeiros Rugendas, Taunay e Debret. Eles retrataram, em suas pinturas, cenas do cotidiano brasileiro da primeira metade do século XIX, além de várias paisagens, animais típicos, indígenas e diversos aspectos da natureza.

 

Busto de Voltaire, escultura de Houdon
Busto de Voltaire (escultura em mármore branco de 1778): uma das obras mais conhecidas do artista plástico neoclássico Jean-Antoine Houdon.



Curiosidade:

 

As descobertas e escavações arqueológicas das cidades romanas de Pompeia e Herculano, em meados do século XVIII, teve grande influência no início do movimento neoclássico. Estas descobertas fizeram reacender o interesse pela arte e cultura greco-romana.

 

 

RESUMO SOBRE O NEOCLASSICISMO:

 


Contexto Histórico

- Surgimento: Segunda metade do século XVIII.
- Influências: Redescoberta da arte e cultura clássica greco-romana.
- Relação com a Ilustração: Movido pelo racionalismo e pelo ideal de progresso.


Características Gerais

- Retorno aos princípios da arte clássica.
- Valorização da ordem, simetria e harmonia.
- Uso de temas históricos e mitológicos.
- Inspiração na antiguidade clássica.
- Rejeição ao excesso de ornamentação do Barroco e Rococó.


Arquitetura

- Estilo baseado na arquitetura romana e grega.
- Elementos comuns: colunas dóricas, jônicas e coríntias, frontões triangulares.
- Exemplos: Panteão de Paris, edifícios neoclássicos de Washington, D.C.


Pintura e Escultura


- Temas históricos, mitológicos e alegóricos.
- Estética clara e linear.
- Exemplo de pintores: Jacques-Louis David, Jean-Auguste-Dominique Ingres.
- Exemplo de escultores: Antonio Canova, Bertel Thorvaldsen


Literatura

- Influência da literatura clássica.
- Uso de formas tradicionais e equilíbrio formal.
- Autores importantes: Johann Wolfgang von Goethe, Alexander Pope.


Música

- Influência de formas clássicas e equilíbrio formal.
- Compositores: Joseph Haydn, Wolfgang Amadeus Mozart.


Impacto e Legado


- Contribuição para a formação de identidades nacionais.
- Influência em movimentos posteriores, como o Romantismo, que reagiu contra suas normas rígidas.
- Presença marcante na arquitetura governamental e em monumentos públicos.

 

 

Veja também:

 


Arcadismo


Arquitetura do Neoclassicismo


Classicismo


Literatura: principais movimentos e escolas literárias

 

 



Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Bibliografia Indicada

 

Fontes de referência do texto:

- CHILVERS, Ian. História Ilustrada da Arte. São Paulo: Publifolha, 2014.

- MARSON, Antony. História da Arte Ocidental. Da Pré-História ao Século XXI. São Paulo: Rideel, 2010.



Vídeo indicado no YouTube:

- Neoclassicismo - História da Arte | Canal Arte & Educação


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.