Arte Greco-Romana

Período, principais características, resumo, artistas, escultura, pintura, arquitetura, o que é, história, período helenístico


Afresco encontrado em Pompeia: exemplos de arte greco-romana
Afresco encontrado em Pompeia: exemplos de arte greco-romana

 

Introdução (o que é)

 

Chamamos de arte greco-romana as manifestações artísticas, que tiveram início na Grécia Antiga e sua absorção e desenvolvimento na civilização romana. Portanto, podemos dizer que é a arte que representou o período da Antiguidade Clássica.

 

História (resumo)

 

A arte greco-romana se desenvolveu, aproximadamente, entre os séculos VIII a.C e V. Tem sua origem na civilização creto-micênica, que se desenvolveu na Ilha de Creta.

 

Porém, foi no século V a.C, que esta arte teve grande desenvolvimento na Grécia, principalmente na cidade-estado de Atenas. Foi um período de grande criatividade e desenvolvimento artístico e cultural.

 

Na primeira metade do século IV a.C, Alexandre, o Grande (rei da Macedônia) dominou a Grécia. Grande apreciador da cultura grega, Alexandre difundiu a cultura dos gregos para as regiões por ele conquistadas. Este processo, que foi continuado por seus sucessores, ganhou o nome de Período Helenístico e durou até 146 a.C (conquista da Península Grega pelos romanos).

 

Os romanos, após conquistarem a Grécia, absorveram vários aspectos da cultura grega. Portanto, a arte romana, foi marcada pela forte influência grega.

 

A arte greco-romana entrou em decadência junto com o Império Romano. Após as invasões bárbaras do século V, surgiu na Europa um novo momento histórico, conhecido como Idade Média. Na época Medieval, os principais elementos da arte greco-romana foram esquecidos na Europa. A arte clássica foi resgatada com força somente na época do florescimento do Renascimento Cultural, ou seja, no século XV.

 

Principais características

 

- Valorização do realismo nas formas. Os artistas greco-romanos, principalmente os escultures, buscaram representar os seres humanos e a natureza com grande riqueza de detalhes.

 

- Nas artes plásticas, podemos destacar a representação de temas mitológicos (religiosos), humanos e também os ligados à natureza.

 

- Estilo artístico caracterizado pela busca da perfeição. Este estilo não tinha origem apenas nas habilidades e criatividade do artista, mas também nas técnicas conhecidas e empregadas.

 

- As pinturas foram muito usadas na decoração de palácios e templos religiosos. Também marcadas pelo aspecto realista, eram realizadas com cores vivas de grande beleza estética.

 

- Na arquitetura, podemos destacar a grandiosidade e beleza dos templos religiosos, palácios e construções públicas. A leveza do estilo jônico, marcado pelo uso de colunas, foi o mais absorvido e replicado pelos arquitetos romanos.

 

Exemplos de artistas greco-romanos e suas obras principais

 

- Praxiteles (escultor da Grécia Antiga), autor de A Afrodite de Cnido.

 

- Fídia (escultor da Grécia Antiga), autor de Zeus Olímpico.

 

- Zeuxis (pintor da Grécia Antiga), autor de pinturas retratando cenas da Ilíada e Odisseia.

 

- Lísipo (escultor grego), autor de Hermes atando as sandálias.

 

- Famullus (escultor romano), autor dos murais da Casa Dourada do imperador Nero.

 

- Míron (escultor grego), autor da escultura Discóbolo.

 

- Alexandros de Antioquia (escultor grego do período helenístico), autor da Vênus de Milo.

 

- Policleto (escultor grego), autor de da escultura Doríforo.




Impressão Google+


Arte Greco-Romana Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Como reconhecer a arte grega

Autor: Conti, Flávio

Editora: Edições 70 - Brasil

Temas: História da Grécia Antiga, Arte Grega, Fotografia


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2017 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.