Émile Zola

Quem foi Émile Zola, estilo lliterário, Naturalismo, frases, literatura, biografia resumida, obras principais


Émile Zola: importante escritor do Naturalismo
Émile Zola: importante escritor do Naturalismo

 

Nome Completo 


Émile-Édouard-Charles-Antoine Zola

 

Quem foi


Émile Zola foi um jornalista e romancista francês do século XIX. É considerado um dos principais escritores do Naturalismo.

 

Nascimento


Émile Zola nasceu na cidade de Paris (França) em 2 de abril de 1840.

 

Morte


Émile Zola morreu na cidade de Paris (França) em 28 de setembro de 1902.

 

Biografia resumida


Teve uma infância e juventude marcada pela pobreza.

 

Começou a trabalhar na editora Hachette, em Paris, no ano de 1862.

 

- Em 1865 publicou sua primeira obra, o romance La Confession de Claude.


Em 1885 escreveu sua grande obra: O Germinal. O Romance descreve com grande realismo as péssimas condições de vida dos trabalhadores de uma mina de carvão na França.

 

- Se casou em 1870 com Melay Alexandrine. Porém, se divorciou quando a esposa descobriu a existência da amante Jeanne Rozerot. Foi com a amante que teve dois filhos.

 

- Em 1898 se envolveu num caso político de repercursão nacional. Ao defender um oficial do exército francês (Alfred Dreyfus) num caso de traição, foi perseguido e teve que se refugiar na Inglaterra. 

 

- Morreu assassinado (asfixiado) em 1902. Alguns especialistas, que estudaram a vida do escritor, acreditam que ele possa ter sido asfixiado por um inimigo político.

 

Estilo literário (principais características):


- Uso de método científico, influenciado pelo positivismo, darwinismo, determinismo científico e evolucionismo;

 

- Descrição de cenas com grande realismo;

 

- Foi um escritor minucioso e metódico;

 

- Extremo cuidado na definição da estrutura narrativa;

 

- Denúncia dos grandes problemas e injustiças sociais da época em que viveu;

 

Principais obras


Romances


La Confession de Claude, 1865

Thérèse Raquin, 1867

Madeleine Férat, 1868

Os Rougon-Macquart (1871 a 1893). Série que inclui:  O ventre de Paris (1873) A Taberna (1877), Nana (1880), Germinal (1885), A obra (1886), A besta humana (1890), A derrocada (1892).

 

Jornalismo


- Eu acuso!, 1898

 

Frases


- " O talento não é ensinado, ele cresce na direção que ele quiser."

- " Eu repito com a convicção mais veemente: a verdade está a caminho, e nada vai impedi-la."

- "A beleza é um estado de espírito."

- " Os governos suspeitam da Literatura porque é uma força que lhes escapa".

- " Uma obra de arte é um canto da criação visto de um temperamento."




Impressão Google+


Émile Zola Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

- Èmile Zola em português - um estudo das traduções de Germinal no Brasil e em Portugal
  Autor: Poncioni, Cláudia
  Editora: Annablume
  Temas: Biografia, Teoria Literária, Literatura Estrangeira


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2017 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.