Governo Floriano Peixoto (1891 a 1894)

Principais medidas, resumo, acontecimentos históricos em seu governo, período, bibliografia


Floriano Peixoto: segundo presidente do Brasil
Floriano Peixoto: segundo presidente do Brasil

 

Introdução

 

O Governo Floriano Peixoto (1891 a 1894) foi o segundo do período histórico conhecido como “República da Espada”. Como era vice-presidente do Marechal Deodoro da Fonseca, assumiu a presidência quando este renunciou em novembro de 1891. Foi caracterizado, principalmente, pela adoção de medidas populares, enfrentamento de movimentos de oposição e consolidação da República.


Principais medidas econômicas e políticas (resumo):

 

- Floriano suspendeu o estado de sítio, instituído no Brasil durante o governo do Marechal Deodoro da Fonseca.

 

- Reabriu o Congresso Nacional.

 

- Concentrou o poder nas mãos do presidente (executivo). Por esta característica centralizadora, chegou a ganhar o apelido de “Marechal de Ferro”.

 

- Adotou medidas para enfraquecer e combater os monarquistas.

 

- Adotou medidas econômicas protecionistas, visando favorecer e obter apoio da emergente indústria brasileira. Neste sentido, possibilitou empréstimos às indústrias, além de adotar medidas de proteção alfandegária.

 

- Para obter apoio político das classes populares e médias, principalmente dos centros urbanos, adotou medidas visando baixar o preço de alimentos como, por exemplo, da carne bovina e do peixe.

 

- Enfrentou protestos e oposição de alguns setores sociais, que questionavam a legalidade de seu governo.

 

Oposição ao governo Floriano:

 

- Segunda Revolta da Armada: movimento de generais do Rio de Janeiro que exigiam a convocação de eleições para a escolha de novos governantes. Ocorreu entre 1892 e 1894, sendo reprimida pelo governo Floriano com o apoio do Exército Brasileiro e o PRP (Partido Republicano Paulista).

 

- Revolução Federalista: guerra civil que ocorreu no sul do Brasil entre 1893 e 1895. O movimento era contrário à centralização do poder e lutava para derrubar o presidente do Rio Grande do Sul, Júlio de Castilhos. Floriano atuou contra os revolucionários federalistas (chamados de “maragatos”), ficando ao lado dos republicanos históricos (chamados de “pica-paus”).




Impressão Google+


Governo Floriano Peixoto (1891 a 1894) Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

História econômica do Brasil República

Autor: Costa, Armando João Dalla

Editora: CRV

Ano de publicação: 2012

Temas do livro: História do Brasil República


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2017 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.