Revolução Gloriosa

O que foi, resumo, causas e consequências, contexto histórico, parlamentarismo, queda do absolutismo, Declaração de Direitos


Guilherme de Orange: líder da Revolução Gloriosa na Inglaterra
Guilherme de Orange: líder da Revolução Gloriosa na Inglaterra

 

O que foi

 

Também conhecida como Segunda Revolução Inglesa, a Revolução Gloriosa foi um movimento revolucionário de caráter pacífico, ocorrido na Inglaterra entre os anos de 1688 e 1689. Foi através desta revolução que ocorreu a troca do absolutismo monárquico pela monarquia parlamentar na Inglaterra.

 

Causas

 

- Conflitos políticos entre protestantes e católicos durante o reinado de Jaime II (1685 a 1688).

 

- Ações políticas de Jaime II no sentido de conseguir uma restauração do absolutismo na Inglaterra, que estava se enfraquecendo. Estas ações sofreram forte oposição dos Whigs (protestantes que defendiam o parlamentarismo).

 

- Questionamentos e oposição dos parlamentares ingleses aos direitos usufruídos pelos integrantes da coroa inglesa.

 

- União dos Whigs e Tories (conservadores protestantes) contra a sucessão de um herdeiro católico do rei Jaime II. Os protestantes não aceitavam o fortalecimento do catolicismo e a continuidade do absolutismo.

 

Como ocorreu

 

Em 1688, Guilherme de Orange, com o apoio de tropas holandesas, invadiu a Inglaterra, derrubando do trono britânico o rei Jaime II.

 

Coroado Guilherme III, tornou-se rei e se comprometeu a respeitar e defender a Declaração de Direitos (Bill of Rights), aprovada pelo Parlamento em 1689.

 

Consequências da Revolução Gloriosa

 

- Queda de Jaime II do trono da Inglaterra, que foi substituído pela rainha Maria II e seu esposo Guilherme de Orange (que governou de fato).

 

- Derrubada do absolutismo inglês, que foi substituído pela monarquia parlamentar constitucional.

 

- Poder monárquico controlado e fiscalizado pelo Parlamento, que obteve superioridade em relação à coroa britânica.

 

- Aumento do poder da burguesia, que dominava o parlamento britânico. Este fato foi amplamente favorável para estabelecer as bases políticas e econômicas para a futura Revolução Industrial na Inglaterra.

 

- Criação da Declaração de Direitos de 1689, documento elaborado pelo Parlamento Inglês, que estabelecia a superioridade do Parlamento sobre o rei. Além disso, o documento garantiu a propriedade privada, estabeleceu limites para a cobrança de impostos, além dos direitos para os cidadãos.

 

Você sabia?

 

- Muitos historiadores afirmam que a Revolução Gloriosa na Inglaterra (1689) é a equivalente da Revolução Francesa (1789), pois significou o fim do absolutismo e a ascensão da burguesia ao poder.

 

- É considerada uma revolução pacífica (não-sangrenta), pois quase não houve combates militares. Quando o exército holandês, comandado por Guilherme de Orange, chegou à Inglaterra em 1689, as tropas de Jaime II desertaram. Desta forma, foi evitado o conflito armado e o derramamento de sangue.




Impressão Google+


Revolução Gloriosa Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

O Século das Revoluções (1603 - 1714)

Autor: Hill, Christopher

Editora: Unesp

Temas do livro: História Geral, Revolução Gloriosa

 


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2017 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.