Ditatura na República Romana

Quando ocorreu, os governos dos ditadores Mario e Sila, resumo, contexto histórico


Caio Mário: primeiro ditador da República Romana
Caio Mário: primeiro ditador da República Romana

 

Contexto histórico

 

Entre os anos de 121 a.C. a 110 a.C., durante a República Romana, ocorreram várias revoltas plebeias. Estas tinham como causas, principalmente, a pouca participação política dos plebeus e a carência de terras para esta camada social.

 

A revolta dos plebeus chegou a gerar grande instabilidade social em Roma. Os governos ditatoriais de Mario e Sila, com o apoio da aristocracia romana, surgem para controlar estas revoltas e proporcionar o retorno da estabilidade em Roma.

 

Ditadura na República Romana

 

O período ditatorial durou de 110 a.C. a 79 a.C., sendo que houve dois governos nesta época.

 

Ditadura de Mario

 

O general romano Mario (Gaius Marius) governou entre 110 a.C. e 86 a.C. Uma de suas  principais ações foi enfraquecer politicamente o Senado.

 

Mario também adotou medidas para controlar a revolta dos plebeus. Entre elas, abriu a participação do exército para esta camada social, remunerando-os pelos serviços militares. Outra medida neste sentido foi a criação de um sistema de aposentadoria, através de concessão de terras, aos soldados que prestassem 25 anos se serviços militares.

 

Ditadura de Sila

 

O general romano Sila (Lucius Cornelius Sulla Felix) governou a República Romana entre os anos de 82 a.C. a 79 a.C.

 

O governo de Sila foi marcado pela perseguição política aos seguidores do governo anterior. Com o apoio político dos patrícios, Sila devolveu poder e autoridade ao Senado Romano.

 

Sila promoveu uma profunda reforma na legislação romana com o objetivo de restaurar a ordem na República. Entre estas ações, reformou as magistraturas e criou um novo sistema de administração das províncias romanas. Sila também aperfeiçoou o sistema jurídico, principalmente o processo penal.

 

Durante seu governou, libertou cerca de dez mil escravos, dando-lhes cidadania plena. Muitos deles passaram a atuar como uma espécie de guarda pessoal do ditador.

 

Sila também investiu na urbanização de Roma, dando início a uma grande reforma arquitetônica com a construção de diversos monumentos. Linha que seria seguida pelos imperadores alguns anos mais tarde.




Impressão Google+


Ditatura na República Romana Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

História da República Romana

Autor: Sant'anna, Henrique M. de

Editora: Vozes

Ano de publicação: 2015

Temas do livro: História, Roma Antiga


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2017 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.