PIB do Brasil em 2014

O Produto Interno Bruto do Brasil, resultado anual e por trimestres de 2014, crescimento do PIB, causas, desempenho dos setores


PIB do Brasil 2014: fraco crescimento de 0,1%
PIB do Brasil 2014: fraco crescimento de 0,1%

 


PIB do Brasil em 2014 (resultado final anual)

 

Em 27 de março de 2015, o IBGE divulgou os dados finais relativos ao PIB de 2014. De acordo com o órgão, o PIB do Brasil apresentou um crescimento de apenas 0,1% em 2014. Em valores correntes, a riqueza gerada pela economia brasileira em 2014 atingiu R$ 5,52 trilhões (ou US$ 1,73 trilhão). Já o PIB per capita (por pessoa) ficou em R$ 27.230.

 

PIB brasileiro de 2014 por setores da economia:

 

- Indústria: -1,2%

- Serviços: +0,7%

- Agricultura: +0,4%

- Investimentos: -4,4%

- Consumo das famílias: +0,9%

 

 

RESULTADOS TRIMESTRAIS

 

PIB do Brasil no 1º trimestre de 2014 (com relação ao trimestre anterior)



De acordo com dados divulgados pelo IBGE em 30 de maio de 2014, o PIB do Brasil apresentou retração de 0,2% (revisado em agosto de 2014) no primeiro trimestre de 2014. Em valores correntes, o PIB brasileiro atingiu  R$ 1,204 trilhão (US$ 540 bilhões). Estes dados não são positivos, pois ficou bem abaixo do crescimento de 0,7% apresentado no último trimestre de 2013.



O único setor da economia que apresentou crescimento considerável, neste período, foi o agropecuário com alta de 3,6%.



Com relação à balança comercial, as exportações brasileiras apresentaram diminuíram 3,3%. As importações cresceram aumentaram 1,4%.



Variação do PIB (com relação ao 4º trimestre de 2013) por setor



- Crescimento do PIB: -0,2% (revisado em agosto de 2014)

- Setor agropecuário: + 3,6%

- Setor industrial: -0,8%

- Setor de serviços: +0,4%

- Consumo das famílias: -0,1%

- Gastos do governo: +0,7%

- Investimentos: -2,1%



Principais fatores que causaram o fraco desempenho do PIB no primeiro trimestre de 2014:



- Permanência da crise econômica na Zona do Euro;

- Desaquecimento, embora pequeno, da economia da China;

- Fraco desempenho da economia dos Estados Unidos, que apresenta lentidão para sair da crise.

- Diminuição do consumo das famílias, causado, principalmente, por: restrição de crédito, endividamento das famílias, sentimento de insegurança com relação ao ano eleitoral.

- Queda no setor da indústria (-0,8%);

- Queda dos investimentos de 2,1%. No 1º trimestre de 2014, a taxa de investimentos ficou em apenas 17,7% do Produto Interno Bruto (a pior para o 1º trimestre desde 2009).

- O crescimento fraco do setor de serviços: apenas 0,4%.



Comparação com o PIB de outros países (1º trimestre de 2014)



- Brasil: -0,2% (revisado em agosto de 2014)

- China: 7,4%

- Coreia do Sul: 0,9%

- Estados Unidos: - 2,1%

- Japão: 1,5%

- Reino Unido: 0,8%

- Alemanha: 0,8%

- Chile: 0,4%

- México: 0,28%

 

PIB do Brasil no 2º trimestre de 2014 (com relação ao trimestre anterior)



O PIB brasileiro apresentou uma queda de 0,6% em relação ao trimestre anterior (dado divulgado pelo IBGE em 29/08/14). Como houve uma retração econômica dois trimestres seguidos, alguns economistas consideram que o Brasil entrou numa "recessão técnica". Em valores correntes, o PIB atingiu R$ 1,271 trilhão (US$ 567 bilhões).



Obs.: em relação ao segundo trimestre de 2013, o PIB brasileiro apresentou uma queda de 0,9%.



Desempenho do PIB por setor (2º trimestre de 2014)



- Crescimento do PIB: -0,6%

- Setor agropecuário: + 0,2%

- Setor industrial: -1,5%

- Setor de serviços: - 0,5%

- Consumo das famílias: +0,3%

- Gastos do governo: - 0,7%%

- Investimentos: - 5,3%



Principais fatores que causaram o fraco crescimento do PIB no segundo trimestre de 2014:



- Diminuição da confiança dos investidores (diminuição dos investimentos).

- Diminuição da produção nos dias da Copa do Mundo.

- Baixo crescimento do consumo das famílias.

- Taxa de juros elevada, que desestimula o consumo de bens de consumo.

- Manutenção da crise econômica na Europa.

- Crise econômica na Argentina, que diminui as exportações brasileiras para este país.

- Proximidade das eleições presidenciais, fator que gera insegurança para investimentos.

 

PIB do Brasil no 3º trimestre de 2014 (com relação ao trimestre anterior)



O PIB brasileiro apresentou uma leve alta de 0,1% em relação ao trimestre anterior (dado divulgado pelo IBGE em 28/11/14). Como houve um crescimento, interrompendo dois semestrestres de retração econômica, os economistas consideram que o Brasil saiu da "recessão técnica". Em valores correntes, o PIB atingiu R$ 1,289 trilhão (US$ 515 bilhões).



Obs.: em relação ao terceiro trimestre de 2013, o PIB brasileiro apresentou uma queda de 0,2%.



Desempenho do PIB por setor (3º trimestre de 2014)



- Crescimento do PIB: +0,1%

- Setor agropecuário: -1,9%

- Setor industrial: +1,7%

- Setor de serviços: +0,5%

- Consumo das famílias: - 0,3%

- Gastos do governo: +1,3%

- Investimentos: +1,3%



Principais fatores que causaram o fraco crescimento do PIB no terceiro trimestre de 2014:



- Retração da produtividade na agricultura, principalmente de produtos importantes como o café e a cana-de-açúcar.

- Baixo índice de investimentos externos.

- Retração no consumo das famílias.

- Baixo índice de exportação, causado pela crise internacional e baixos preços das commodities exportadas pelo Brasil.

 

PIB do Brasil no 4º trimestre de 2014 (com relação ao trimestre anterior)

 

O PIB brasileiro do último trimestre de 2014, apresentou uma elevação de 0,3% em relação ao trimestre anterior.



Perspectivas para o PIB de 2015



Para o ano de 2015 as perspectivas não são boas. De acordo com economistas, a economia brasileira deve apresentar um fraco desemprenho neste ano, ficando com queda entre 0,1% e 0,8%. A elevação da taxa de juros (Selic), a queda no consumo, a redução dos investimentos externos e a alta da inflação são alguns dos fatores que vão prejudicar a economia brasileira neste ano.




Impressão Google+


PIB do Brasil em 2014 Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

 


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2017 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.