Inflação no Brasil em 2016

Índice do IPCA, dados da inflação oficial, dados por grupos e regiões metropolitanas, resumo, alimentos que mais subiram, inflação mensal de 2016


Inflação no Brasil em 2016: alta de 6,29%
Inflação no Brasil em 2016: alta de 6,29%

 

IPCA 2016

 

De acordo com dados divulgados pelo IBGE em 11 de janeiro de 2017, a inflação oficial (IPCA) ficou em 6,29% em 2016. Ficou bem abaixo da inflação do ano interior, que fechou em 10,67%. A queda da inflação em 2016, de acordo com economistas, foi provocada, principalmente, pela recessão econômica pela qual passa o Brasil.

 

Vale lembra que o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) mede a inflação das famílias com rendimentos mensais entre 1 e 40 salários mínimos.

 

A inflação de 2016 por grupos:

 

- Alimentação e bebidas: 8,62%

 

- Habitação: 2,85%

 

- Artigos de residência: 3,41%

 

- Vestuário: 3,55%

 

- Transportes: 4,22%

 

- Saúde e cuidados pessoais: 11,04%

 

- Gastos pessoais: 8%

 

- Educação: 8,86%

 

- Comunicação: 1,27%

 

Principais itens que influenciaram a inflação de 2016:

 

- Alimentos que tiveram maior alta: feijão (56,56%), farinha de mandioca (46,58%) e leite em pó (26,13%).

 

- Alimentos que tiveram maior queda: cebola (-36,50%), batata-inglesa (-29,03%) e tomate (-27,82%).

 

- Alimentos consumidos em casa: alta de 9,36%

 

- Alimentos consumidos fora de casa: alta de 7,22%

 

- Frutas: alta de 22,67%

 

- Planos de saúde: alta de 13,55%

 

- Remédios: alta de 12,5%

 

- Energia elétrica: queda de 10,66%

 

- Cursos regulares: alta de 9,12%

 

- Transportes públicos: alta de 7,78%

 

- Ônibus intermunicipais: alta de 11,78%

 

- Metrô: alta de 9,14%

 

- Ônibus urbano: alta de 9,34%

 

- Passagens aéreas: queda de 4,88%

 

- Gasolina: alta de 2,54%

 

- Diesel: alta de 2,21%

 

Inflação por regiões metropolitanas:

 

- Regiões com maior inflação em 2016: Fortaleza (8,34%), Campo Grande (7,52%) e Recife (7,10%).

 

- Regiões com menor inflação em 2016: Curitiba (4,43%), Vitória (5,11%) e Goiânia (5,25%).

 

Inflação por meses de 2016:

 

- Janeiro: 1,27%

- Fevereiro: 0,90%

- Março: 0,43%

- Abril : 0,61%

- Maio: 0,78%

- Junho: 0,35%

- Julho: 0,52%

- Agosto: 0,44%

- Setembro: 0,08%

- Outubro: 0,26%

- Novembro: 0,18%

- Dezembro: 0,30%

 

Fonte: IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Dados divulgados em 11/01/2017.




Impressão Google+


Inflação no Brasil em 2016 Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Economia brasileira contemporânea

Autor: Silva, Valter Franco Lopes da

Editora: IESDE

Temas do livro: Economia brasileira


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2017 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.