Unidades de Conservação Ambiental

O que são, tipos, exemplos, parques, reservas e florestas nacionais, conceito, resumo, unidades de conservação brasileiras


Parque Nacional da Amazônia (exemplo de unidade de conservação)
Parque Nacional da Amazônia (exemplo de unidade de conservação)

 

O que são (conceito)


As Unidades de Conservação Ambiental são áreas (parques, reservas e florestas) do território brasileiro que estão sob proteção e gerenciamento do poder público. Existem leis federais destinadas a preservação destas áreas, pois representam características naturais de grande importância para o meio ambiente. Algumas delas estão sob regime de proteção integral, enquanto outras são destinadas ao uso sustentável.

 

Tipos de Unidades de Conservação:

 

1 - Parques Nacionais

São as unidades de conservação voltadas para a preservação de ecossistemas de grande importância ecológica e beleza natural. Nestas unidades são permitidas atividades de educação ambiental, pesquisas científicas e ecoturismo.

 

Exemplos:

 

- Parque Nacional da Amazônia (Pará e Amazonas).

- Parque Nacional do Pico da Neblina (Amazonas).

- Parque Nacional da Tijuca (Rio de Janeiro).

- Parque Nacional da Chapada dos Guimaraes (Mato Grosso).

- Parque Nacional do Iguaçu (Paraná).

- Parque Nacional de Itatiaia (na Serra da Cantareira, entre os estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro).

 

2 - Reservas Nacionais


Podem ser de dois tipos: reservas biológicas ou reservas extrativistas.

 

Reservas Biológicas


São unidades de conservação destinadas à preservação integral dos ecossistemas e outros elementos naturais, que estão dentro de seus limites. São de posse e domínio públicos.

 

Exemplos de reservas biológicas:

 

- Reserva Biológica Morro dos Seis Lagos (Amazonas).

- Reserva Biológica Pedra Talhada (Alagoas).

- Reserva Biológica Serra Azul (Minas Gerais).

- Reserva Biológica Serra do Japi (São Paulo).

- Reserva Biológica das Perobas (Paraná).

- Reserva Biológica São Donato (Rio Grande do Sul)

 

 Reservas Extrativistas


São unidades de conservação voltadas para a exploração sustentável e preservação dos recursos naturais. Vale ressaltar que esta exploração é realizada apenas por comunidades com tradição extrativista na região.

 

Exemplos de reservas extrativistas:

 

- Reserva Extrativista do Rio Ouro Preto (Rondônia).

- Reserva Extrativista Chico Mendes (Acre)

- Reserva Extrativista do Rio Cajarí (Amapá)

- Reserva Extrativista Marinha da Ponta do Corumbau (Bahia)

- Reserva Extrativista Marinha de Arraial do Cabo (Rio de Janeiro)

 

3 - Florestas Nacionais


São unidades de conservação compostas, predominantemente, por formações florestais nativas. Estas áreas podem ser usadas para exploração sustentável de determinados recursos naturais, além da realização de pesquisas científicas. As pessoas que podem habitar estas áreas são as das comunidades que residiam no momento da criação destas unidades.

 

Exemplos:

 

- Floresta Nacional de Altamira (Pará)

- Floresta Nacional de Amaná (Pará)

- Floresta Nacional de Carajás (Pará)

- Floresta Nacional de Humaitá (Amazonas)

- Floresta Nacional de São Francisco (Acre)

- Floresta Nacional de Tefé (Amazonas).




Impressão Google+


Unidades de Conservação Ambiental Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

- Unidades de Conservação no Brasil - o caminho da gestão para resultados
  Autor: Araújo, Marcos Antônio Reis e outros
  Editora: RIMA
  Temas: Meio Ambiente, Ecologia


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2017 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.