Zika Vírus

O que é, transmissão do vírus, prevenção, sintomas da doença, relação com a microcefalia, combate ao mosquito, informações importantes


Aedes Aegypti: mosquito transmissor do zika vírus
Aedes Aegypti: mosquito transmissor do zika vírus

 

O que é

 

O Zika é um vírus (gênero flavivírus), que pode ser transmitido para os seres humanos através da picada do mosquito Aedes Aegypti (principal vetor, também conhecido popularmente como mosquito da Dengue).

 

Métodos de prevenção, proteção e combate ao vetor:

 

- Use telas de proteção (telas mosquiteiras) nas janelas da residência para evitar a entrada do mosquito Aedes Aegypti.

 

- Use repentes adequados, de acordo com a recomendação dos fabricantes.

 

- Em locais e situações em que pode haver a presença do mosquito Aedes Aegypti, utilize roupas compridas que protejam bem o corpo.

 

- Elimine, em sua residência, qualquer foco de possível desenvolvimento do mosquito Aedes Aegypti. Ou seja, não deixe água parada em nenhum local da parte interna ou externa de sua residência. Faça todo o esforço possível para que este mosquito não se reproduza.

 

Sintomas mais comuns da presença do zika vírus no ser humano:

 

- Febre baixa e intermitente;

 

- Dores leves nas articulações do corpo;

 

- Presença de manchas avermelhadas na pele;

 

- Presença de coceira nos olhos, que ficam vermelhos;

 

- Dor de cabeça;

 

- Dores nos músculos do corpo.

 

Zika e microcefalia

 

As mulheres grávidas (gestantes) ou que pretendem engravidar devem tomar cuidados redobrados para evitar a infecção pelo zika vírus, além de buscar orientações médicas específicas e adequadas. Isto é extremamente importante, pois há relação comprovada entre a infecção de mulheres grávidas pelo zika vírus com o nascimento de bebês com microcefalia.

 

Portanto, é de fundamental importância que a mulher, assim que descubra que está grávida, procure uma Unidade Básica de Saúde para receber as orientações adequadas.

 

 

Você sabia?

 

- O nome Zika faz referência ao local em que o vírus foi identificado pela primeira vez. Este vírus foi encontrado e identificado em macacos, no ano de 1947, na floresta Zika, localizada em Uganda (região central da África).

 

- O Zika vírus foi identificado pela primeira vez em nosso país no mês de abril de 2015.

 

- Nas regiões oeste e leste da África, o zika é considerado endêmico.

 

- Ainda não há vacinas contra o zika vírus. Alguns institutos de pesquisa já começaram a desenvolvê-la, porém, somente em 2018 ou 2019 ela estará disponível para aplicação em larga escala em seres humanos.

 

- Aproximadamente 80% das pessoas infectadas pelo zika vírus não desenvolvem as manifestações clínicas.

 

- Há também relação entre a infecção pelo zika vírus com o desenvolvimento da Síndrome de Guillain-Barré (paralisia e fraqueza muscular). Porém, esta síndrome ocorre apenas na minoria das pessoas infectadas pelo zika vírus.

 

Orientações e informações importantes:

 

- Este texto tem como único objetivo a transmissão de informações. Ao apresentar os sintomas relatados neste texto, a pessoa deve procurar imediatamente um hospital ou centro médico para tirar dúvidas mais específicas, fazer o teste de identificação da presença do Zika vírus e receber o devido tratamento médico.

 

- Todos os brasileiros devem entrar na luta pelo combate ao mosquito Aedes Aegypti, causador da dengue, zika e febre chikungunya. Elimine de sua casa, quintal, calçada, terreno e local de trabalho todos os possíveis focos propícios ao desenvolvimento deste mosquito. Água parada em vasos, pneus, garrafas, entre outros locais, não importa a quantidade, podem ser ambientes de reprodução deste mosquito. Transmita, sempre que possível, as informações de combate ao mosquito para os vizinhos, amigos, parentes e colegas de trabalho. Denuncie à Secretária de Saúde de sua cidade os focos do mosquito, presentes em locais onde não é possível acessar. Vamos fazer o possível para eliminar este mosquito e acabar com estas doenças.

 

- Na parte debaixo do site (Temas Relacionados) há um link de um texto relacionado ao combate à dengue. Visite também os sites do Ministério da Saúde e Fiocruz (indicados abaixo), para obterem informações mais detalhadas.

 

Fontes deste artigo e mais informações acesse:

 

- Website do Ministério da Saúde do Brasil (consulta em 12/02/2016)

 

- Website da Fiocruz (consulta em 12/02/2016)

 

- Texto publicado em 12/02/2016




Impressão Google+


Zika Vírus Temas Relacionados

Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2017 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.